: : : para nossos 80 anos

Blog

19 de abril de 2018

Planned Color Pooling, vem conhecer seu novo vício!
Se você estava dando uma voltinha por marte e perdeu o último babado do crochê brasileiro, fica triste não, que a gente te explica tudinho. A técnica, que já faz a cabeça das gringas há um bom tempo, chegou no Brasil através de um desafio no facebook, e está esgotando as linhas mescladas dos armarinhos no último mês (se achar qualquer mesclado na cor Sereia, corre pra pegar que o negócio está disputado!)

Miyuki Amigurumi (@miyukiamigurumi)



O que é Planned Pooling?
O pooling (porque somos íntimos) nada mais é do que aproveitar a troca de cor que uma linha mesclada faz pra formar padrões. Basicamente: você vai fazer sempre o mesmo ponto, e no final vai acabar com uma peça estampada linda de emocionar o crochê.

Fácil assim?
Talvez. Por mais que algumas (poucas) artesãs tenham dado sorte de conseguir um padrão sem contar pontos, a maneira mais garantida é contar os pontos que cada cor tem, e usar um site que a gente vai te ensinar aqui. Com ele você vai ter total controle do desenho que você quer, seja ele xadrez, com linhas retas, só de manchinhas...

Bruna Scopel (@crochet.land)



Por onde eu começo?
Compre uma linha mesclada, de preferência com trocas de cor em intervalos curtos. A agulha pode ser qualquer uma, mas precisa ser a mesma até o final. Depois faça uma longa correntinha e vá identificando o padrão dessa linha (digamos, verde, azul, roxo e rosa). Perceba, ao longo dessa correntinha, esse padrão se repetindo. Escolha a cor com que vai começar, e vamos a ela.

Ana Cristina Simão Laragnoit



Esse site, @, é seu novo amigo
O site http://plannedpooling.com foi criado por uma boa alma chamada David (te amamos, David), e te ajuda a visualizar como seu trabalho vai ficar antes mesmo de começar. Economiza um tempo (e umas linhas) que a gente não faz ideia. Você basicamente vai fazer uma série de pontos baixos, e contar quantos pontos de cada cor a linha deu. Vai lá nesse site, e coloca as suas cores, com o respectivo número de pontos que deu na sua amostra, e vai clicando em “um ponto maior”, pra ver com quantos pontos de base seu trabalho vai dar o desenho que te agrada.

Letícia Pompeu (@crocheleti)



E depois?
Você segue fazendo a sequência que você digitou, cuidando para que cada cor mantenha sempre (sempre!) o mesmo número de pontos, conforme seu gráfico. E observe a magia acontecer.

Dicas do amô:
1. Comece com uma linha não tão fina, e de troca mais simples (a Duna 9338 tem uma troca super fácil!). Se eu fosse você, evitaria uma com dez trocas de cores por vez.
2. Linha degradê não dá pooling. Eu sei, elas são liiindas, mas a vida não é como a gente quer todas as vezes. Guarda ela pra depois <3
3. Basicamente todas as mescladas da Círculo (até a Mollet, que não é algodão) já deram pooling. Joga #poolingdogato ou #deupooling no insta pra ver a magya.
4. Cola no insta @crochet.land se pintar alguma dúvida, que eu te ajudo. Não desmancha antes de perguntar!

 

Bianca Costa (@atelierbiancacosta)



Existem outras técnicas para fios com trocas longas, assim como existe a possibilidade de utilizar outros pontos para conseguir esse feito (como o moss stitch, que é ponto baixo + correntinha) e o dc cluster (três pontos altos no mesmo ponto). Mas se você dominar a técnica com o ponto baixo, como a gente te explica aqui nesse post, o céu é o limite!

Beijos e bom crochê!
Bruna Scopel
@crochet.land
https://crochet.land/

Acesse agora

Organize e encontre de forma fácil todas as suas receitas favoritas

Primeiro acesso?

Ainda não tem uma conta no nosso site?
Digite seu email e crie uma agora mesmo.

Acesse sua conta

Perdeu a senha?

Preencha seus dados para finalizar o cadastro:

Quais assuntos você tem mais interesse?*





« Fazer login